Arrecadação do Fethab cresce 50% em Mato Grosso durante a pandemia

Fundo ultrapassou a marca de R$ 2,2 bilhões em arrecadação

A arrecadação do Fundo Estadual de Transporte e Habitação (Fethab) em Mato Grosso cresceu 50% no segundo ano de reforma fiscal. O volume de dinheiro que entrou no caixa do governo passou de R$ 1,5 bilhão para R$ 2,2 bilhões. 

Os números foram divulgados nessa quinta-feira (29) pela Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz). A alta foi acompanhada pela inclusão da taxação da produção do milho no fundo. 

O segmento conseguiu segurar o impacto da pandemia. Na passagem de 2018 para 2019, o Fethab teve alta 55%.

Conforme o secretário-adjunto de Receita Pública, Fábio Pimenta, o crescimento nominal da agropecuária no ano passado ficou em 15% e na agroindústria, 46%. O que mostra prevalência do Fethab. 

Em live nesta semana, o governador Mauro Mendes afirmou que o Estado encerrou o ano da pandemia com superávit de R$ 2,7 bilhões. O número é bem maior que o estimado no primeiro da pandemia, quando havia projeção de queda de 40% no ICMS. 

“É um resultado que, eu acho, nenhum outro Estado brasileiro teve, nem proporcionalmente e nem nominal”, pontuou. 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorFim de semana será de manhãs “fresquinhas” e tarde chuvosas em Cuiabá
Próximo artigoPfizer ficará em Cuiabá