Aprosoja Brasil pede retirada de trecho que impede “perdão” das dívidas do Funrural

A entidade afirmou ser contrária a qualquer tipo de oneração sobre o agronegócio

Em nota a Associação Brasileira dos Produtores de Soja (Aprosoja Brasil) defende a retirada da vedação à remissão do passivo do Funrural, inserida no texto da Reforma da Previdência que deve ter o texto-base votado nesta quarta-feira (04).

Representando 16 associações estaduais, a Aprosoja Brasil afirmou ser contrária a qualquer tipo de oneração sobre o agronegócio. Contudo, garantiu apoiar a “aprovação da Reforma da Previdência para permitir que o país possa corrigir graves distorções que inviabilizam a retomada de investimentos para o incremento de emprego e renda para os brasileiros”.

A entidade afirmou ser contrária à tentativa de impedir que os produtores de soja e as demais entidades representativas do setor produtivo, junto com a Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA), busquem soluções para o passivo do Funrural, um problema real e que precisa ser resolvido.

Por esse motivo afirma ser “importante que se retire do texto essa vedação para permitir que haja equilíbrio econômico para os nossos produtores, que já são atingidos pelos mais elevados custos de produção da história e por excesso de tributos nas esferas municipal, estadual e federal”, diz trecho da nota.

Ainda afirma que a produção de alimentos, principalmente a cadeia de grãos e carnes, é o motor da economia brasileira e que “tributar os setores responsáveis por este desempenho, reduzindo sua competitividade, é condenar o país à recessão e muitos brasileiros ao desemprego”.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorOs Mercenários: dupla de grupo de extermínio é condenada a mais 105 anos de prisão
Próximo artigoÓleos essenciais e os benefícios para cabelos danificados pelo clima seco