AMAM realiza campanha para distribuição de cestas básicas e itens de proteção

A previsão é de que a distribuição comece já na primeira semana de abril

(Foto: Ednilson Aguiar/O Livre)

A Associação Mato-Grossense de Magistrados (AMAM) iniciou uma nova campanha para auxiliar famílias carentes impactadas pela pandemia de covid-19. A entidade está arrecadando recursos que serão destinados à compra de alimentos, produtos de higiene pessoal (como álcool em gel) e máscaras de proteção. A previsão é de que a distribuição comece já na primeira semana de abril.

A juíza Olinda de Quadros Altomare Castrillon, que coordena a ação juntamente com as magistradas Celia Regina Vidotti e Ana Cristina Silva Mendes, explica que a ideia é arrecadar recursos financeiros que serão destinados à compra da maior parte dos itens que integrarão as cestas. O plano é distribuir 500 unidades, informa.

Segundo ela, a AMAM já conseguiu a doação de máscaras para crianças e o dinheiro obtido será para pagar os alimentos e demais itens.

“Nós já ganhamos as máscaras infantis e conseguimos preço de custo nas máscaras adultas e nas cestas básicas. Como é uma quantia grande e o objetivo é beneficente, as indústrias e distribuidores nos ajudaram nisso”, explica a juíza.

Olinda Castrillon salienta que, a exemplo do que foi feito em 2020 pela AMAM, o objetivo é auxiliar as pessoas que têm sido mais afetadas pela pandemia de covid-19, especialmente aquelas que tiveram a situação agravada pela falta de emprego e renda.

“Como não temos muito o que fazer na área da saúde, optamos por focar nossa ação na população carente. Então pensamos nas cestas básicas e nos itens de limpeza e proteção, que são as máscaras e o álcool em gel”.

Qualquer pessoa pode contribuir, ressalta a juíza. Os esforços estão sendo concentrados para que se arrecade a maior quantidade de recursos no menor tempo possível, a fim de iniciar a distribuição já no dia 5 de abril. Para isso, conta Olinda Castrillon, a AMAM pedirá a ajuda dos órgãos de ação social da Prefeitura de Cuiabá, a fim de que as cestas cheguem às comunidades mais carentes, utilizando a logística já existe no Executivo municipal.

O presidente da AMAM, juiz Tiago Abreu, lembra que esta é mais uma ação encabeçada pela entidade como forma de dar sua contribuição no enfrentamento da pandemia.

“No ano passado, com a ajuda dos magistrados, conseguimos distribuir milhares de máscaras para moradores de bairros carentes e projetos sociais. Este ano tenho certeza de que conseguiremos mais uma vez fazer a diferença com a participação dos nossos colegas e de quem mais puder contribuir conosco nessa ação de valorização da vida humana”, frisa.

Serviço – Quem quiser contribuir é só depositar qualquer quantia na conta corrente 58.500-9, agência 4256, do Sicoob (Bancoob). O CNPJ é 03.750.478/0001-27.

(Da Assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorMinistro da Cidadania diz que governo estuda mudanças no Bolsa Família
Próximo artigoCuiabano “invade” comercial do McDonald’s para colocar expressões em cuiabanês