Ação da polícia contra traficantes termina com um morto e confusão envolvendo moradores

Parentes e vizinhos dos homens presos tentaram impedir a saída dos policiais do bairro. Todos acabaram detidos

Reprodução/Assessoria PMMT

Um suspeito de tráfico foi morto em uma troca de tiros com policiais militares no bairro Pirineu, em Várzea Grande (região metropolitana de Cuiabá).

O caso ocorreu durante cerco a bandidos, nesta quarta-feira (29), em uma região de mata ao redor de uma ponte queimada, que servia de local de venda de drogas.

A Polícia Militar foi avisada por volta das 18h de que seis homens vendiam drogas sobre a ponte e montou um cerco para flagrar os suspeitos. Os bandidos perceberam a aproximação da polícia e começaram a fazer disparos.

Três deles foram identificados com arma de fogo nas mãos.

No revide dos militares, um homem foi atingido no abdômen e outros cinco fugiram, mantendo a troca de tiros. O suspeito atingido morreu no local.

Outros quatro suspeitos acabaram presos após a fuga. Um revólver 38 e ao menos 138 porções de maconha foram apreendias pela polícia.

Confusão

Também foram presas pessoas que tentaram atrapalhar a ação dos policiais quando estes revistavam uma casa que servia de depósito de drogas. Parentes e a esposa do dono da casa atacaram e xingaram os militares.

A equipe que acompanhava a ocorrência na ponte recebeu a informação, durante a ação, de que havia droga escondida neste local. Na vistoria, foi encontrada meia de barra de substância análogo à maconha.

Segundo a Polícia Militar, na saída, duas mulheres começaram a atrapalhar a ação dos policiais e a xingá-los. A elas se juntaram outros moradores do bairro que foram contidos pela Força Tática.

Os traficantes denunciados seriam ligados ao Comando Vermelho, que receberia droga das bocas de fumo espalhadas pelo bairro. Essa informação não foi confirmada pela Polícia Militar.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorVocê pagou por isso! (3)
Próximo artigoEnquanto ALMT planeja gastar dinheiro…