Vai construir a sede de sua empresa? Veja os cuidados necessários

Especialista cita erros comuns e ensina o que fazer antes de começar a obra

Quando um empresário decide construir a sede de sua empresa, geralmente, a primeira coisa que ele faz é procurar um arquiteto, mas engana-se quem pensa que apenas um projeto de arquitetura basta para dar início à construção.

Pensando em fazer um guia sobre todos pontos de atenção para construir a sede de uma empresa, o LIVRE procurou a JL Arquitetura, Engenharia e Consultoria, empresa com quase 20 anos de mercado, especializada em construções corporativas, comerciais e grandes escritórios e empresas, com sede em Cuiabá, e presente em 13 Estados brasileiros.

Segundo o arquiteto e CEO da JL João Luiz, 42 anos, antes de chegar o momento de construir, o empresário precisará de diversos projetos além do arquitetônico, como o estrutural, elétrico, hidrossanitário, o de prevenção e combate a incêndio, planilhas de orçamentaria entre outros.

A maioria dos escritórios do mercado atualmente, no entanto, ainda não entrega todos esses projetos em um só local, o que leva o empresário a ter que procurar vários escritórios em busca dos projetos.

“O cliente vai pulando de mão em mão. Isso ocasiona uma maior possibilidade de ter erros de compatibilização de projetos. Porque o engenheiro pode colocar uma tomada em um lugar que não estava no projeto de arquitetura, por exemplo. Quando você faz tudo em um lugar só, os projetos saem todos compatibilizados, detalhados, e com tudo que você vai precisar para sua construção. Isso é um diferencial do nosso escritório”, disse João Luiz.

Na JL Arquitetura, Engenharia e Consultoria, por exemplo, durante a concepção dos projetos há reuniões entre arquitetos e engenheiros para que todos os projetos conversem entre si.

Outro ponto importante na hora de construir a sede de uma empresa é ter uma planilha orçamentária da obra. Com isso, o empresário consegue ter antecipadamente uma previsão de quanto irá gastar com sua obra do início ao fim.

“Quando o empresário faz o projeto com a JL fazemos um memorial completo, com todos os materiais que serão utilizados na obra, além de uma planilha quantificando e estimando os valores que serão investidos. Então ele sai daqui com todo material necessário para orçar com as construtoras. Com essa ficha técnica o empresário que vai construir consegue se organizar muito melhor e prever antecipadamente o montante que precisara investir. explicou o arquiteto João Luiz Borges.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorCarla Diaz comenta como foi viver Richthofen em A Menina que Matou os Pais
Próximo artigoRussell T. Davies retorna como showrunner da 14ª temporada de Doctor Who