Carla Diaz comenta como foi viver Richthofen em A Menina que Matou os Pais

Os filmes estão disponíveis no streaming.

Há poucos dias, a Amazon Prime Video recebeu o lançamento simultâneo de A Menina que Matou os Pais O Menino que Matou Meus Pais, filmes sobre o caso Richthofen que chocou o país em 2002.

Em entrevista à revista Marie Claire, a atriz Carla Diz que interpreta Suzane von Richthofen nas obras, comentou sobre o processo de criação da personagem.

“Eu lembro como se fosse hoje, tinha 12 anos quando aconteceu, foi uma repercussão nacional imensa, só dava isso nos jornais e na televisão, e eu ficava me perguntando por que uma filha faria algo assim com os próprios pais”, afirma.

“Normalmente me concentro muito no set e não costumo levar o personagem para casa. Precisa saber o momento de concentração e ter o momento de pausa porque é um trabalho que exige muito fisicamente e mentalmente”.

Apesar de encarnar Suzane, Carla Diaz revelou não demonstrar empatia pela criminosa, mas teve de deixar os julgamentos pessoais de lado.

“Acho que o papel dos filmes é contar essa história e causar uma reflexão sobre por que acontecem coisas assim. A arte vem para questionar e tem a liberdade de falar sobre qualquer tema. É importante podermos abordar qualquer assunto”.

Os filmes estão disponíveis no streaming.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorElenco do filme de Mario é anunciado e internet reage com memes; confira
Próximo artigoVai construir a sede de sua empresa? Veja os cuidados necessários