TRF-4 nega, por unanimidade, pedido da defesa de Lula

(Divulgação)

O Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), em Porto Alegre, confirmou agora pouco a condenação em segunda instância do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no processo que o impõe uma pena de 12 anos e 1 mês de prisão por corrupção no caso do triplex do Guarujá (SP), investigado pela Operação Lava Jato.

O petista poderá ser preso em breve dependendo da conclusão do Supremo Tribunal Federal sobre o pedido de habeas corpus preventivo solicitado pela defesa de Lula, o que será decidido no próximo dia 4 de abril.

Enquanto os desembargadores julgavam o embargo de declaração, Lula discursava, no interior do Paraná. Passados dez minutos da decisão, ele não havia feito nenhuma referência ao julgamento.

Com a decisão do TRF-4, Lula agora está enquadrado na Lei da Ficha Limpa, o que impede sua candidatura para presidente.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorFábio Garcia afirma que Wilson Santos vive no mundo da fantasia
Próximo artigoLutador de MT conquista vaga para competições no Marrocos e na Guatemala

O LIVRE ADS