Plantonista do TRF-4 manda soltar Lula, a pedido de deputados do PT

Desembargador já teria pertencido por 20 anos aos quadros do Partido dos Trabalhadores

O desembargador do Tribunal Regional Federal (4ª Região), Rogério Favreto, de plantão neste domingo (08), acatou pedido de habeus corpus e deferiu liminar para libertar o ex-presidente Lula, condenado por corrupção na Operação Lava Jato.

Segundo informação da Folha de S. Paulo, o pedido de liminar foi feito pelos deputados petistas Wadih Damous, Paulo Pimenta e Paulo Teixeira.

O desembargador já teria pertencido por 20 anos aos quadros do próprio Partido dos Trabalhadores e pediu para que a Polícia Federal soltasse Lula em “regime de urgência”.

“O instituto da prisão cautelar – considerada a função exclusivamente processual que lhe é inerente – não pode ser utilizado com o objetivo de promover a antecipação satisfativa da pretensão punitiva do Estado, pois, se assim fosse lícito entender, subverter-se-ia a finalidade da prisão preventiva, daí resultando grave comprometimento ao princípio da liberdade”, argumentou o desembargador na decisão.

Lula está preso na Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba, desde o dia 7 de abril, por determinação do juiz Sérgio Moro, que determinou a execução provisória da pena de 12 anos de prisão na ação penal do triplex do Guarujá (SP), após o fim dos recursos na segunda instância da Justiça.

O Ministério Público Federal deve recorrer da decisão.

(Com Agência Brasil)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorPolícia vai quebrar sigilo telefônico para tentar encontrar piloto desaparecido há 15 dias
Próximo artigoMoro: desembargador não tem poderes para autorizar libertação de Lula