Três grupos estão interessados em dar nome à Arena Pantanal

Com custo anual de R$ 5 milhões para o contribuinte, nome da Arena Pantanal deve ser cedido a grupo empresarial

O governo de Mato Grosso quer associar o nome de uma empresa à Arena Pantanal como alternativa para os custos de manutenção. A negociação mais cogitada é o direito à exposição de nome de uma empresa (naming rights) ao estádio construído para a Copa da Fifa 2014. 

Os casos mais famosos no Brasil são dos estádios do Corinthians (Neo Química Arena) e do Palmeiras (Allianz Parque). Conforme o secretário de Estado de Cultura, Esporte e Lazer, Alberto Machado, o modelo já foi sondado por três grupos, mas o estudo ainda estaria em fase inicial. 

“Eu acredito ser possível [fechar acordo]. Já fomos sondados por três grupos que disseram que querem saber como será o modelo se decidirmos por ele. Mas, ainda estamos buscando o que ofertar”, afirmou, sem citar os nomes dos grupos. 

Manutenção de R$ 5 milhões

Alberto Machado: acordo cobriria os altos custos de manutenção da Arena Pantanal (Foto: Ednilson Aguiar/O Livre)

Diferentemente dos acordos no país, cujos estádios estão vinculados a um clube, na Arena Pantanal o naming rights seria negociado exclusivamente com o Estado, responsável pela manutenção. E o dinheiro seria destinado para conservação do estádio, que hoje custa em torno de R$ 5 milhões ao ano. 

“Nada mudaria na Arena. A manutenção ficará com o mesmo responsável, os serviços continuariam os mesmos, apenas a empresa teria o direito de expor seu nome associado com a Arena”, afirmou. 

Nesse caso, os times mato-grossenses não teriam proveito no acordo, estimado como ideal ao preço de R$ 4 milhões pela Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer.  

O acordo fechado pelo Corinthians em 2020 é de R$ 300 milhões, ao longo de 20 anos. O Palmeiras fechou acordo em 2013 pelo mesmo preço, a ser pago no intervalo também de 20 anos. 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorBolsonaro comemora duplicação de rodovia em Mato Grosso
Próximo artigoCuidado com o orgulho!