Tragédia em Wisconsin: “Rapper” é detido como suspeito de ataque em desfile de Natal

O suspeito faz parte do movimento Black Lives Matter

Darrell Brooks Jr., 39, suspeito de matar 6 pessoas e ferir mais de sessenta em atropelamento (Fonte: Milwaukee Journal Sentinel)

Após o grave ataque a católicos num tradicional desfile de Natal em Wisconsin, as autoridades prenderam o suspeito Darrell Brooks Jr, 39. Ele se auto-intitula como “chapado” e “rapper” e usa o nome artístico de Mathboi Fly, segundo o site Heavy.

Brooks seria o motorista da SUV com a qual matou 6 pessoas e deixou mais de 60 feridas. Em sua queixa criminal, recebeu 5 acusações de homicídio doloso de primeiro grau. Deve receber, ainda, pelo menos mais uma, devido à morte de um menino de oito anos ferido no atropelamento.

No documento, dois detetives que tentaram evitar a tragédia disseram que o rapper não demonstrava emoção no rosto enquanto acelerava em direção às pessoas no desfile. Declararam, também, que o ataque poderia ter sido evitado, virando numa rua à direita, mas Mathboi Fly decidiu acelerar e seguir reto.

Darrell Brooks Jr. já possuía longo histórico de crimes (Fonte: Mirror)

Histórico de Darrell Brooks Jr.

Ainda de acordo com o site Heavy, o aspirante a rapper também fazia parte do movimento Black Lives Matter. Além disso, postava em suas redes sociais conteúdo contra as forças policiais.

Conforme a Catholic News Agency (CNA), o suspeito havia deixado a prisão dois dias antes do ocorrido, após pagar mil dólares de fiança. Ele teria atropelado uma mulher – com quem supostamente tinha um envolvimento passional – num estacionamento de um posto de gasolina. A vítima foi hospitalizada com ferimentos.

O Milwaukee Journal Sentinel se comprometeu a mostrar o passado de Brooks. Uma mulher que teve um filho com ele disse que o “rapper” é um pai ausente e sem envolvimento com sua família.

Como já informado anteriormente em O LIVRE, o chefe de polícia de Waukesha, Wisconsin, confirmou a existência de uma faca na SUV, utilizada num possível “distúrbio doméstico” pouco antes da tragédia no desfile de Natal.

Em 2011, Mathboi Fly tentou atropelar um policial que havia parado seu carro e pedido seus documentos. O criminoso fugiu, mas, mais tarde, foi encontrado escondido num teatro. Após ter sido contido com spray de pimenta e Taser, declarou-se culpado.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorIluminação na Estrada de Chapada
Próximo artigoConseguiu um emprego temporário? Advogado trabalhista explica seus direitos