Suspeito de matar onças-pintadas se apresenta em delegacia de MT

Como os animais são silvestres e correm risco de extinção, a Polícia Federal vai passar a investigar o caso

(Foto: Reprodução)

A Polícia Civil de Mato Grosso ouviu, na quinta-feira (21), um suspeito de ter matado três onças-pintadas em uma fazenda na região norte do estado. O caso passou a ser investigado depois que um vídeo com imagens dos animais mortos circulou na internet.

O suposto crime ambiental aconteceu em uma fazenda de Cocalinho (925 km de Cuiabá), segundo a Polícia Civil.

O suspeito, um homem de 52 anos, apresentou-se espontaneamente na delegacia de Água Boa (730 km de Cuiabá). Ele estava acompanhado de advogados e foi interrogado pelo delegado Valmon Pereira da Silva.

Apesar de ter se apresentado, o homem ficou em silêncio durante o interrogatório. Ele foi liberado em seguida, porque não havia mandado de prisão contra ele.

Por se tratar de investigação de crime ambiental contra um animal silvestre em risco de extinção, o caso vai ser encaminhado para a Polícia Federal em Barra do Garças (510 km de Cuiabá).

Imagens na internet

O vídeo com as três onças abatidas viralizou nas redes sociais no dia 12 de novembro. Já na época a informação de que o crime teria acontecido em Cocalinho circulava junto com as imagens.

No vídeo, os animais, que correm risco de extinção, aparecem mortos na carroceria de uma caminhonete. Segundo a narração, as onças eram uma fêmea e dois filhotes.

O autor do vídeo ainda filmou um homem, afirmando que ele seria o “matador”.

(Com assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorGovernador defende regularização fundiária para “ter a quem responsabilizar”
Próximo artigoCorey Hawkins negocia participação em adaptação shakespeariana de Joel Coen