Supremo anula condenações e Lula está elegível novamente

O Partido dos Trabalhadores deve lançar Lula como candidato na corrida presidencial de 2022

(Foto: José Cruz/Agência Brasil)

Na tarde desta sexta-feira (8), o ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), anulou todas as condenações do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) proferidas pela Justiça Federal no Paraná e relacionadas às investigações da Operação Lava Jato.

Com a decisão, o petista recupera os direitos políticos e volta a ser elegível. Agora, o Partido dos Trabalhadores deve confirmar a candidatura de Lula à Presidência da República em 2022.

Edson Fachin declarou a incompetência da Justiça Federal do Paraná nos casos do Triplex do Guarujá, do sítio de Atibaia e do Instituto Lula.

A decisão foi com base nos possíveis vícios de processo revelados por um hacker, que vazou conversas do ex-juiz Sérgio Moro com membros do Ministério Público, integrantes da Lava Jato.

Os processos em que Lula é acusado de crimes de corrupção agora serão analisados pela Justiça Federal do Distrito Federal, à qual caberá dizer se os atos realizados pela Justiça do Paraná podem ou não ser validados e reaproveitados.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorPetrobras aumenta (de novo) preços da gasolina e do diesel nas refinarias
Próximo artigoEm estado gravíssimo, deputado de MT segue internado em UTI