Ser enterrado vivo e participar do próprio enterro? Tem gente investindo nisso

O "pacote" do serviço inusitado também inclui fotos do morto no caixão e até uma leitura de testamento

Na Coréia do Sul, um serviço gratuito de cura tenta desmistificar a morte ao oferecer a possibilidade das pessoas se “enterrarem vivas”.

A proposta que assusta à primeira vista, é do Centro de Cura de Hyowon. Segundo eles, o objetivo da simulação é alcançar uma vida melhor e mais harmoniosa.

O local foi aberto em 2012 e de lá até cá, mais de 25 mil pessoas já passaram pela experiência de vivenciar o próprio enterro.

“Uma vez que você se torna consciente da morte e a experimenta, você adota uma nova abordagem da vida. Algo melhor”, disse em entrevista, Cho Jae-hee, de 75 anos, para a Reuters.

Quem quiser passar pela experiência poderá ficar enterrado em um caixão fechado por até 10 minutos. O “pacote” do serviço inusitado também inclui fotos do morto no caixão e até uma leitura de testamento.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

O LIVRE ADS