Sem controle de piranhas

Sema vai monitorar ataques de piranhas no Lago do Manso, mas ação para controlar quantidade do peixe no local não tem previsão

(Foto: Anncapictures / Pixabay)

A Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) vai monitorar os ataques de piranhas no Lago do Manso, mas sem combater, por ora, a infestação do peixe.

Os episódios de ataque poderão ser informados por meio de um formulário, publicado nessa quinta-feira (4). 

Uma reportagem publicada pelo LIVRE mostrou a reclamação de banhistas e empresários. Segundo eles, a infestação do peixe no lago ocorre desde o mês passado, com ataques mais frequentes.

A tese de quem frequenta a região é que a situação se deve à falta de controle da população de piranhas no local. 

A Sema reconheceu a maior probabilidade desses tipos de peixes pelas características do lago, mas a soltura de outras espécies de alenivos, que combateria a proliferação às piranhas, só ocorre com três meses de antecedência de aviso. 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorMenina de sete anos é abusada sexualmente pelo avô
Próximo artigoSubtenente da PM reage a assalto, chama reforços e ladrões acabam feridos