Região do Morro da Luz e da Ilha da Banana ganha novo sistema de iluminação pública

Além disso, a Limpurb também reconstruiu a calçada no entorno dos dois espaços

(Foto: Luiz Alves)

A Empresa Cuiabana de Zeladoria e Serviços Urbanos (Limpurb) segue avançando com o trabalho de melhoria no entorno do Parque Antônio Pires de Campos (Morro da Luz) e do Largo do Rosário (Ilha da Banana). Como parte desse planejamento, foi iniciada nesta semana a instalação de uma nova iluminação pública, composta por luminárias do tipo LED.

A ação é realizada por meio do setor de zeladoria da Limpurb e consiste na substituição das antigas lâmpadas de vapor de sódio (lâmpadas amarelas) por equipamentos mais modernos e eficientes. Somente no Morro da Luz, onde a equipe está concentrada neste momento, serão implantadas quase 20 luminárias de LED, de 200 watts de potência.

A modernização do sistema de iluminação pública nessa região é uma sequência da primeira etapa do trabalho realizado, que resultou na reconstrução de toda calçada no entorno dos dois espaços. Esse processo foi executado respeitando as características originais dos locais, garantindo mais segurança e acessibilidade aos pedestres.

“São intervenções aparentemente simples, mas que mudam o visual da cidade e, principalmente, promovem melhorias para a população. Essa é uma região extremamente movimentada que agora conta com um novo passeio público e uma iluminação, dando mais segurança ao cidadão”, explica o diretor-geral da Limpurb, Júnior Leite.

A modernização do sistema de iluminação pública vem evoluindo, gradativamente, na atual gestão do Município e, em 2021, alcançou a importante marca de aproximadamente 9,5 mil luminárias instaladas nas vias da cidade. O número representa cerca de 10,5% do total de lâmpadas do parque de iluminação pública de Cuiabá, que é composto por mais de 90 mil.

Além de vantagens como maior eficiência na claridade do ambiente, economicidade durante o funcionamento, e durabilidade maior em relação aos modelos incandescentes e fluorescentes, a instalação das lâmpadas de LED também atende a política de sustentabilidade, defendida pelo prefeito Emanuel Pinheiro.

“Ao adotar a implantação de luminárias de LED, automaticamente, passamos a gerar menos lixo eletrônico. Diferente das lâmpadas antigas, a LED possui a vantagem de poder ser reciclada. Ou seja, se um dia esse equipamento der problema, a empresa pode fazer a troca da fonte e ele voltará a funcionar”, finaliza Júnior.

(Da Assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorDesembargador decide soltar ex-ministro Milton Ribeiro
Próximo artigoArrecadação de tributos federais cresce 4,13% para R$ 165,3 bi em maio