Mãe de acusado de estuprar e matar criança tem a casa incendiada

Após o crime, a família do suspeito passou a receber ameaças de morte

Foto: Rádio Sorriso FM

A quitinete de propriedade da mãe de Jonathan Nicolas Duarte, 20, acusado de estuprar e matar Natalya Bianca Lima Gonçalves, oito anos, no dia 18 de julho, foi incendiada na noite desse domingo (28). O ato, possivelmente, foi de origem criminosa e destruiu parte da residência localizada no Bairro São José, em Sorriso (400 km de Cuiabá).

O crime causou comoção nacional, já que a menina foi estuprada, asfixiada e teve o pescoço quebrado. Desde então, a família do suspeito passou a receber ameaças. Na última quarta-feira (24), a mãe do jovem chegou a ir à delegacia para denunciar mensagens recebidas.

Natalya foi vítima de violência sexual e física

Nesse domingo, as ameaças se concretizaram. Entretanto, a família do acusado já não reside no local e ninguém ficou ferido.

As chamas tiveram início por volta das 23h. Colchões, um fogão e outros objetos foram consumidos pelo fogo.

O combate contou com o auxílio de vizinhos, que evitaram que o incêndio causasse ainda mais destruição.

Com a chegada do Corpo de Bombeiros, as chamas foram rapidamente contidas, mas, ainda assim, segundo a Polícia Judiciária Civil, houve grande dano material.

O caso está sendo investigado pela Polícia Civil.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorAdolescente morre em capotamento em rodovia estadual
Próximo artigoAbertas as inscrições para o “Colóquio 13 anos Maria da Penha”