Professores acorrentados

Em greve há 57 dias, profissionais protestam em frente ao Paiaguás

Servidores da rede estadual de ensino que estão em greve amanheceram esta segunda-feira (22) acorrentados em frente ao Palácio Paiaguás, sede do governo de Mato Grosso, em Cuiabá.

Segundo eles, trata-se de um protesto contra o “descaso do governador Mauro Mendes (DEM)”.

Os profissionais da educação estão em greve há nove semanas e, de acordo com o Sindicato que os representa, o Sintep, sem salários há dois meses.

Uma das primeiras medidas que Mauro Mendes tomou para tentar desarticular a greve foi descontar os dias não trabalhados.

A categoria briga por um aumento salarial de 7,69% que o governo alega não ter condições – nem legais nem financeiras – de pagar.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorJuízes de MT sentenciam menos de dois processos em um mês
Próximo artigoGaroto denuncia estar sendo estuprado e ameaçado de morte há seis meses