Produtores cogitaram trocar marionete do Baby Yoda por computação gráfica

Bonequinho é a sensação entre o público da série e só se salvou devido ao protesto de um ator

Não é novidade que a indústria hollywoodiana se sustenta com grandes produções repletas de efeitos visuais. A série The Mandalorian é exemplo desse uso intenso de computação gráfica.

Mas o principal ingrediente de seu sucesso é a marionete que dá vida ao personagem Baby Yoda. E quase que a história terminou bem diferente disso.

Segundo o site Vanity Fair, os showrunners Jon Favreau e Dave Filoni criaram o boneco do personagem para as gravações, mas também cogitaram fazer cenas adicionais – onde a marionete não aparecia – para inclusão de um Baby Yoda computadorizado.

Acontece que, quando a dupla pediu para Werner Herzog, que interpreta O Cliente na série, gravar as cenas sem o boneco, o ator não gostou nem um pouco da proposta.

“Você são covardes. Deixem assim!”, ele teria dito no set de filmagem.

Logo, os efeitos visuais no boneco são mínimos.

A série tem episódios novos lançados todas as sextas-feiras na Disney9+.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorExpectativa de vida do mato-grossense aumenta e chega aos 74,7 anos
Próximo artigoPedro Peroso: a história do rapaz que foi morto pelo melhor amigo, por causa de R$ 1 mil