Problemas com a VI

Câmara de Cuiabá vai gastar mais com verba indenizatória do que com salários para os vereadores e terá que se explicar à Justiça

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

A presidência da Câmara de Cuiabá tem 10 dias para explicar o pagamento de verba indenizatória (VI) de R$ 18 mil aos vereadores.  

O prazo foi estabelecido pelo desembargador do Órgão Especial do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT), José Zuquim Nogueira. 

Ele acatou uma ação do Ministério Público, que aponta irregularidade no valor. O MP diz que o subsídio deve ser limitado até a 60% do salário dos parlamentares.  

Contudo, em janeiro, a Câmara publicou o pagamento de R$ 15 mil de rendimento, mais R$ 18 mil de VI. O Ministério Público quer anulação da lei que estabelece o valor da verba.

LEIA TAMBÉM

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorGasto de R$ 36 mi: Governo de MT vai ao STF contra reajuste a servidores do Judiciário
Próximo artigoPandemia: 12 Estados e o DF já ocuparam mais de 80% das UTIs