Preço dos combustíveis tem nova alta após dois meses

Etanol, gasolina e diesel sofreram reajuste mínimo de R$ 0,13 na semana passada que começaram a ser repassados para o consumidor

O preço dos combustíveis voltou a ter alta em Mato Grosso com o encerramento da suspensão Pis/Cofins e do ICMS. Conforme o Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis de Mato Grosso (Sindipetróleo), reajustes começaram a ser aplicados na semana passada. 

A Secretaria Estadual de Fazenda (Sefaz-MT) reajustou o preço de pauta, tabela que serve para a projeção da cobrança nas bombas, em R$ 0,25 para o diesel e em R$ 0,13 para a gasolina. 

O litro do diesel teve autorização para reajuste de R$ 0,13. No Sindicato das Indústrias Sucroalcooleiras de Mato Grosso (Sindalcool-MT) o recálculo foi autorizado na semana passada. 

Hoje, os postos amanheceram com preço em torno de R$ 4,19. “Mesmo assim, Mato Grosso continua com o preço do etanol mais competitivo frente aos outros Estados, perdendo apenas para São Paulo”, informou a sindicato.  

A gasolina comum subiu para o patamar de R$ 5,65 e o diesel para R$ 4,89.  

A redução do Pis/Cofins vigorou até o dia 1º. A medida foi anunciada em março pelo governo federal como tentativa de frear os aumentos consecutivos dos combustíveis. 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorAulas gratuitas: professores da UFMT divulgam conteúdo para concurso
Próximo artigoVereadores querem emplacar CPI Sinal Vermelho, mas falta adesão