“Politicamente é um erro”

Presidente do MDB, Carlos Bezerra diz que briga do prefeito Emanuel Pinheiro com filiados sinaliza a saída dele do partido

(Foto: Ednilson Aguiar/ O Livre)

O presidente do MDB em Mato Grosso, deputado federal Carlos Bezerra, disse que o prefeito Emanuel Pinheiro ultrapassou o limite do politicamente aceitável ao classificar seus colegas de partido e deputados estaduais como enfeites no cargo. 

Bezerra sinalizou que o comportamento ainda faz parte das rusgas do grupo de Pinheiro contra outros filiados, representados pela deputada estadual Janaína Riva, que não o apoiaram nas eleições municipais do ano passado. 

Na semana passada, essa situação se somou à briga com o governador Mauro Mendes sobre a troca de modais em Cuiabá e Várzea Grande.  

“Fere a dignidade dos deputados. Isso, politicamente, não é adequado. Politicamente é um erro. Esse bombardeiro deu um sintoma de que ele ia sair, porque bombardeou o partido de todo tipo, ele e o pessoal dele, tomou-se uma posição no partido já prevendo a saída dele. Agora ele volta atrás, diz que não quer sair”, disse Bezerra. 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorNovos prefeitos demoram até seis meses para se adaptar e inexperiência reflete na gestão
Próximo artigoFechados com Pacheco