Polícia identifica mortos em operação de captura a ladrões de banco em MT

A investigação da GCCO segue para identificar qual a efetiva participação de cada um deles na empreitada criminosa

(Foto: reprodução)

A Polícia Civil recebeu nessa quarta-feira (16) as informações oficiais de identificação das quatro pessoas mortas durante buscas a criminosos que assaltaram duas cooperativas de crédito em Nova Bandeirantes (995 km de Cuiabá) no dia 4 de junho.

A identificação foi realizada pela equipe da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) de Sinop e os suspeitos são: Maciel Gomes de Oliveira, 36, Luiz Miguel Melek, 39, Romaro Batista de Oliveira, 35, e Waldeir Porto Costa, 25.

Dos quatro suspeitos, Maciel Gomes de Oliveira e Waldeir Costa possuíam histórico de crimes. Maciel era do estado de Pernambuco e dias antes do roubo nas agências de crédito de Nova Bandeirantes havia sido preso pelo crime de tráfico de drogas no município de Sinop, sendo liberado em audiência de custódia da Justiça.

Waldeir era do estado do Pará e estava morando em Alta Floresta há alguns meses, utilizando documentos falsos em nome de Rodrigo Mota.

Segundo as investigações, os suspeitos tinham uma relação de amizade. Agora, a investigação da GCCO segue para identificar qual a efetiva participação de cada um deles na empreitada criminosa, já que com eles foram encontradas armas, munições e R$ 164,7 mil subtraídos das agências bancárias, além de outros objetos relacionados ao crime.

Segundo o delegado responsável pelas investigações, Vitor Hugo Bruzulato Teixeira, a força tarefa na região de Nova Bandeirantes continua para identificar e prender outros envolvidos no crime.

“As forças de segurança estão realizando todas as diligências necessárias para esclarecimento dos roubos com objetivo de identificar e localizar o mais rápido possível todos que participaram direta ou indiretamente do roubo”, disse o delegado.

(Da Assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorVozinha do tráfico, de 73 anos, é presa por comandar boca de fumo
Próximo artigoAfinal, os cientistas já descobriram quanto tempo dura a imunidade contra a covid?