Polícia Civil indicia 7 pessoas por morte no “Tribunal do Crime”

Suspeitos teriam envolvimento no assassinato de João Gabriel Silva de Jesus, de 20 anos

(Foto: Rede social)

O inquérito que apurava a morte de João Gabriel Silva de Jesus, de 20 anos, foi finalizado e 7 pessoas foram indiciadas pela morte do jovem.

O rapaz foi morto a mando do Comando Vermelho por supostamente ser informante da polícia.

O crime aconteceu em dezembro de 2018, em Várzea Grande. No dia 18, o jovem desapareceu e seu corpo foi encontrado três dias depois, em avançado estado de decomposição.

De acordo com as investigações da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), João Gabriel foi levado até o local onde foi assassinado, no bairro Jardim Eldorado, e teve o celular vistoriado por membros da facção criminosa.

Diante da suspeita de que ele repassava informações à polícia, o “tribunal do crime” decidiu pela morte da vítima, que sofreu tortura e espancamento.

Depois, João Gabriel foi atingido por disparos de arma de fogo. O corpo foi desovado no bairro Parque Paiaguás, na região do São Mateus.

Suspeitos

A polícia concluiu que 7 pessoas participaram do crime. No mês passado, dois suspeitos foram presos durante a Operação Comando da Lei.

Um deles seria o responsável por levar João Gabriel ao local do assassinato e também de entregar o celular para a vistoria pelos demais membros da facção criminosa. Os demais participaram de ações que auxiliaram no crime como sumiço da motocicleta da vítima, remoção do corpo até o local da desova.

Uma terceira pessoa foi presa preventivamente nessa quinta-feira (28). Outros dois suspeitos estão foragidos. Sobre os dois restantes, o delegado Caio Albuquerque explica que houve o indiciamento, sem prisão, devido a menor participação no crime.

Devido a lei de Abuso de Autoridade, as identidades dos suspeitos não foram divulgadas pela polícia.

Todos foram indiciados por homicídio qualificado por motivo torpe, mediante crueldade e recurso que impossibilitou a defesa e à traição ou emboscada.

(Com informações da assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorGovernadora no feriadão
Próximo artigoRede Feminina retoma atividades presenciais com ‘Chá do Bem’