Polícia Civil deflagra operação Decretados III para prisão de autores de roubos a residências e comércios

    Os criminosos são considerados de alta periculosidade e conhecidos por agir com truculência ao abordar as vítimas

    (Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

    Vinte e uma pessoas apontadas por envolvimento em roubos a residências e comércios foram presas na operação Decretados III, deflagrada na quarta-feira (29) e finalizada nesta sexta-feira (31) pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Várzea Grande (DERF-VG).

    As equipes policiais, coordenadas pela delegada titular Elaine Fernandes da Silva, prenderam criminosos de alta periculosidade, conhecidos por agir com truculência ao abordar as vítimas.

    Um dos presos, Alison Santana das Neves, é coautor de um roubo à casa de um policial rodoviário federal, ocorrido no dia 06/03, em que atuaram com extrema violência, agredindo fisicamente uma idosa de 76 anos e um adolescente de 16 anos.

    Outro detido, Jackse Anderson Aparecido da Silva, participou do roubo a uma empresa de pesagem de caminhão (em 20.03), no Trevo do Lagarto, onde um vigilante de 53 anos foi agredido com fortes chutes e pisadas em sua cabeça. Os assaltantes teriam ficado mais agressivos quando descobriram que a vítima só tinha R$ 150 em sua posse.

    Com nove registros policiais pela prática de roubos majorados e associação criminosa, e ainda duas condenações por roubo (totalizando mais de 11 anos de reclusão), o suspeito Linecker Cesar Zaquemael da Costa foi reconhecido por roubo a uma cerâmica no dia 01 de agosto no bairro Ponte Nova e foi notificado de três mandados de prisão em aberto em seu desfavor.

    Preso na quarta-feira (29), Gemino Eliabe Melo Mazzucheti, condenado ao cumprimento de mais de 09 anos de prisão pela prática de roubo majorado, foi apresentado em audiência de custódia no mesmo dia e solto pelo Judiciário. No entanto, na mesma noite, uma equipe da Polícia Militar efetuava rondas quando encontrou o investigado e, ao ver a viatura tentou empreender fuga. Na residência foi encontrada uma espingarda calibre 12, com diversas munições, justificando prisão em flagrante do conduzido.

    Também com vasta ficha criminal, o suspeito Mauro Gomes Fernando foi preso em Várzea Grande por equipe da DERF, investigado pelo cometimento de diversos crimes. Mesmo condenado ao cumprimento de 29 anos de reclusão por delitos diversos ele se encontrava em liberdade.

     

    Com Assessoria

    Use este espaço apenas para a comunicação de erros





    Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

    DEIXE SEU COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Artigo anteriorPetrobras aumenta o diesel em 13% e gasolina em 1,53% nas refinarias
    Próximo artigoAbandono de incapaz: mulher deixa os filhos de um e dois anos sozinhos em casa