PGR pede inconstitucionalidade de reeleição de presidente da ALMT

Constituição de Mato Grosso permite seguidas reeleições e está em desacordo com a Constituição Federal

(Foto: Fablício Rodrigues / ALMT)

A Procuradoria Geral da República (PGR) ingressou com uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (Adin) no Supremo Tribunal Federal (STF) para que seja reconhecida a inconstitucionalidade do artigo 23 da Constituição de Mato Grosso que autoriza sucessivas reeleições a Mesa Diretora da Assembleia Legislativa.

A peça protocolada na segunda-feira (1º) foi distribuída ao ministro Alexandre Moraes, relator prevento a respeito do tema.

“Ao autorizarem que ocupantes de cargos da cúpula do Poder Legislativo estadual sejam reconduzidos para o mesmo cargo em hipótese expressamente proibida pelo art. 57, § 4º, da CF, as normas sob testilha vulneraram esse dispositivo constitucional, de observância obrigatória pelos estados, como também afrontaram os princípios republicano (art. 1º, caput, da CF) e do pluralismo político (art. 1º, V, da CF)”, considerou.

Na ADI o procurador pede, além da declaração da inconstitucionalidade da normativa estadual, a consolidação da jurisprudência sobre o tema, citando os entendimentos quanto à eleição das mesas diretoras da Câmara Federal, do Senado e do Estado de Roraima.

“Conclui-se que a autonomia organizativa dos Estados-membros, tal como advinda do pacto federativo, não traduz um salvo-conduto para que estabeleçam nas cartas estaduais o que lhes aprouver. Há limites jurídicos, constitucionalmente previstos, cuja observância é cogente”.

Por conta de uma ação de inconstitucionalidade de autoria do partido político Rede Sustentabilidade, o ministro Alexandre Moraes concedeu liminar que impediu o terceiro mandato consecutivo do deputado estadual Eduardo Botelho (DEM) à frente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso.

Por isso, numa nova eleição o deputado estadual Max Russi (PSB) foi eleito no dia 23 de fevereiro presidente do Legislativo para o biênio 2021/2023.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorGoverno de MT negocia 4 milhões de doses da vacina Sputnik V
Próximo artigoBolsonaro pode escolher novo partido em breve