Pesquisadoras de MT desenvolvem biomembrana para tratamento de queimados

Feita com látex e própolis, a biomembrana tem se mostrado eficaz, aceleraram a cura da pele e contendo inflamações que causam cicatrizes

(Foto: RODNAE Productions / Pexels)

O tratamento ideal para lesões provocadas por queimaduras seria aquele que, ao mesmo tempo, controla o crescimento bacteriano na ferida, remove o tecido morto e estimula o crescimento de uma nova pele para cicatrização. Até agora, estas três funções não se encontram em um mesmo curativo. Mas um estudo conduzido por pesquisadoras mato-grossenses pode deixar a Medicina mais próxima desse ideal.

A pesquisa é coordenada pela doutora em genética e biologia molecular, Paula Cristina de Souza Souto, e desenvolvida pela pesquisadora e doutoranda Loyane Almeida Gamas Sales, ambas do campus universitário do Araguaia da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), em Barra do Garças.

A inovação proposta pela pesquisa delas foi o desenvolvimento de uma biomembrana com a associação de dois componentes, látex e própolis, típicos da biodiversidade do Estado. E, até agora, o rpoduto apresentou características físico-químicas que indicam poder ser utilizado para o tratamento de queimadura.

(Foto: Profa UFMT Paula Cristina de Souza Souto)

Em estudos em animais, as biomembranas se mostraram eficientes, pois aceleraram o processo de cicatrização sem a necessidade freqüente de troca do curativo. Além disso, o processo inflamatório, que acontece em todo processo de cicatrização, foi controlado o que indica uma possível cicatrização da pele sem a formação extensiva de cicatrizes e marcas.

No projeto, elas usam borracha natural (derivada do látex de seringueira) associado à babosa e ao própolis de abelhas sem ferrão, conhecida como Bijuí. A pesquisa ainda busca outro produtos naturais de origem animal ou vegetal que possuam propriedades  cicatrizante e antimicrobiana.

A pesquisa é financiada pelo Governo do Estado, por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa de Mato Grosso (Fapemat).

(Com Assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorFãs de Ana de Armas processam estúdio por atriz ter sido cortada do filme Yesterday
Próximo artigoSeja líder onde estiver