Padrasto abusa de enteada por um ano sob ameaça de matar a mãe dela

Assim que a filha contou, mãe procurou a polícia e denunciou o marido

Imagem ilustrativa

A mãe de uma adolescente de 13 anos procurou a polícia nessa sexta-feira (21) e denunciou o marido, de 31 anos, por abusar sexualmente da filha dela.

Os abusos aconteciam dentro da casa da família, no Bairro São Francisco, em Comodoro (640 km de Cuiabá).

Assim que a filha contou o que vinha acontecendo há um ano, a mãe acionou a polícia e denunciou o marido. Uma equipe da Polícia Militar foi até a casa da família e ouviu a adolescente.

Aos militares ela disse que vinha sendo estuprada desde quando tinha 12 anos e que o padrasto a ameaçava dizendo que iria matar a mãe dela e não a deixava quieta.

A mãe afirmou aos policiais que nos últimos meses reparou que o marido não saia do quarto da filha dela e sempre pegava na mão da adolescente, o que ela até havia estranhado.

Mas somente nessa sexta-feira (21) a menina teve coragem de contar o que vinha acontecendo. Segundo a vítima, estava cansada de ser abusada sexualmente pelo suspeito.

Os policiais perguntaram se o padrasto mandava mensagens e a adolescente disse que sim, mas que ele apagava tudo para que a mãe dela não visse.

A menina ainda mostrou aos militares e à mãe onde o padrasto escondia camisinhas para que a esposa não encontrasse.

O caso foi registrado como estupro de vulnerável e será investigado pela Polícia Civil da cidade.

LIVRE produziu um manual para você saber como agir, caso tenha sido vítima ou testemunha de um crime sexual:

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorBabá pega dados da ex-patroa e usa para colocar internet e TV a cabo em casa
Próximo artigoO obituário no jornalismo: livro explora as histórias de vida na imprensa brasileira