Oitiva remarcada

Problema de saúde faz CPI transferir oitiva do ex-adjunto Valdecir Cardoso para próxima semana

A nova oitiva do ex-secretário adjunto Valdecir Cardoso na CPI do Paletó – instalada na Câmara de Cuiabá – foi adiada. O convocado alegou problemas de saúde e não compareceu.

Ele seria ouvido nesta segunda-feira (9) pela manhã para prestar informações sobre o vídeo em que o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) aparece apanhando dinheiro de suposta propina, durante o período em que foi deputado estadual.

A defesa do ex-secretário protocolou um prontuário de atendimento médico anexo ao pedido de adiamento da oitiva por um período mínimo de sete dias.

A próxima data ficou para o dia 18, quarta-feira da semana que vem, dois dias após a CPI ouvir o ex-secretário de Indústria de Silval Barbosa (sem partido), Alan Zanatta.

Conforme o prontuário, Valdecir foi atendido na UPA da Morada do Ouro na noite deste domingo (8) e foi identificada infecção intestinal.

O ex-adjunto é um dos personagens envolvidos no escândalo das propinas que será ouvido pela segunda vez. No primeiro depoimento, ele disse que Emanuel Pinheiro não fazia parte da lista de deputados que recebiam propina.

Logo em seguida, no entanto, caiu em contradição ao tentar explicar o assunto.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorMotorista de app é acusado de agredir, ameaçar com faca e roubar passageira grávida
Próximo artigo“Manobra” de ex-juíza