Motoristas do transporte coletivo da Grande Cuiabá ameaçam entrar em greve

Dentre as reivindicações da categoria está a reposição salarial, apresentada em uma nova proposta que será entregue hoje às empresas contratantes

Foto: Ednilson Aguiar/O Livre

Os motoristas do transporte coletivo da Grande Cuiabá ameaçam cruzar os braços, caso não consigam a aprovação da proposta que será apresentada pelo Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários da Baixada Cuiabana (Sintrobac), nesta terça-feira (24), às empresas contratantes.

A proposta prevê reposição salarial de 12,5% e o pagamento de 50% do banco de horas em dinheiro, e 50% pagos por meio de folga, como compensação, e reajuste também de 12,5% nos demais benefícios. Em assembleia realizada na sexta-feira (20), a categoria decidiu que essa é uma proposta final, sem margens para negociação. 

“Vivemos um momento muito cruel para os trabalhadores, a cada dia um novo aumento, dos combustíveis, da energia, dos alimentos. Enquanto os nossos salários seguem defasados! Já não há mais espaço para paciência, usaremos de todos os meios para sensibilizar as empresas diante de nossa proposta, que consideramos bastante realista e sensata”, declarou Edval Luiz, presidente do Sintrobac.

LEIA TAMBÉM

(Com assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorRedução de ICMS que será votada pela Câmara Federal pode ter fraco impacto em MT
Próximo artigoIgreja São Benedito é interditada pela Defesa Civil de Cuiabá