Motorista de app sai para ir à casa da mãe e acaba morta por espancamento em Cuiabá

Ela foi levada para o hospital, onde já chegou sem pulso; os médicos tentaram reanimá-la, mas não conseguiram

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

Uma jovem de 29 anos, identificada como Natana da Silva, foi espancada até a morte na noite dessa quinta-feira (23) no Bairro Pedregal, em Cuiabá.

Natana é motorista de aplicativo e havia falado com a mãe e dito que iria para a casa dela. Porém, mais tarde, seu veículo foi encontrado em um matagal no Pedregal.

Ela, por sua vez, foi encontrada por moradores, sozinha e espancada. Essas pessoas a levaram para o Hospital São Mateus, no Bairro Bosque da Saúde, em Cuiabá.

A motorista já foi deixada na unidade sem pulso e foi constatado que estava em parada cardiorrespiratória. A equipe médica tentou fazer a reanimação por cerca de 40 minutos, mas não conseguiu. O óbito foi declarado às 22h30.

A Delegacia Especializada de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) foi acionada para liberar o corpo no hospital. E, agora, investigará o caso para descobrir o que aconteceu com Natana.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorCrise? Que crise? Pandemia faz comércio na periferia “bombar” em Cuiabá
Próximo artigoJuiz prolonga quarentena, multa prefeito e libera academias e salões