Medeiros pede abertura de inquérito contra namorado de Fátima Bernardes

O deputado Federal Túlio Gadêlha (PDT) teria curtido e incentivado comentários sobre um novo atentado à vida de Jair Bolsonaro

O deputado federal José Medeiros (Podemos-MT) quer que o namorado de Fátima Bernardes, o deputado federal Túlio Gadêlha (PDT-PE), seja alvo de um inquérito para investigar comentários de natureza terrorista contra o presidente Jair Bolsonaro.

Gadêlha teria curtido comentários de uma seguidora nas redes sociais, que sugeriu um novo atentado contra a vida de Jair Bolsonaro.

O comentário teria sido feito na página de Túlio no Instagram e a seguidora teria sugerido uma nova facada contra o chefe de Estado.

“É impensável que um deputado federal estimule qualquer tipo de violência e tentativa de homicídio contra o presidente da República. Tal fato não é engraçado, não é legal, e não merece curtida por parte de um membro do Parlamento”, afirmou José Medeiros.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

13 COMENTÁRIOS

  1. Esse rapaz nunca sequer deveria está ocupando uma cadeira seja lá onde for, ainda mais representando uma sociedade que paga suas mordomias. Tentou várias vezes e sozinho nada conseguiu, assim obtendo êxito quando passou a namorar a Fátima Bernardes. Tudo nesse país gera cassação, bela oportunidade da câmara sugeri esse ato, mostrando não compactuar com atitudes incentivadora de agressões contra a autoridade máxima do País, desejando publicamente seu assassinato. Não importa se o presidente agrada ou não, importa que esse deputado eleito respeite e se faça respeitar.

  2. Essa lei brasileira só favorece os bandidos, começando pelos ministros do STF. Esses políticos brasileiros, 90% são bandidos. Por isso eles deitam e rolam. ,ninguém faz nada, para detê-los. Mas o dia deles estão contados. No final, o Bem sempre vence o mal, e sempre vai vencer. Não tem jeito!

  3. Esse “elemento” deve responder judicialmente pois se essa ameaça fosse para um qualquer do STF, já estariam todos presos.
    Cadê a PGR que não atua em defesa do nosso presidente…..

  4. Nunca houve nem vai haver um presidente nem igua nem próximo a Jair Bolsonaro.
    E lamentável tanto ódio, se fosse contra um dos ministro, esse tal deputado, e essa seguidora já estaria encrecados. Lamentável, lamentável o ódio e igual câncer corroer as pessoas por dentro

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorVirginia Mendes reúne mais de 8 mil peças de roupa para bazar solidário
Próximo artigoMesmo com baixa em cinco setores, MT mantém saldo de trabalho positivo