Mesmo com baixa em cinco setores, MT mantém saldo de trabalho positivo

Construção civil e comércio tiveram mais contratações em agosto. Já a educação foi a que mais demitiu, conforme o Novo Caged

(Foto: Reprodução/Exame)

Mato Grosso criou mais de 3 mil novas vagas de emprego em agosto e manteve o saldo positivo no mercado de trabalho. O Novo Caged (Cadastro Geral de Emprego e Desemprego), divulgado nesta quarta-feira (30), mostra saldo positivo de 0,54% no fechamento do mês. 

No acumulado dos 31 dias, houve entrada de 28.697 pessoas no mercado e a saída de 24.762, deixando um saldo de 3.935 a mais no cálculo entre admitidos e demitidos.

Contudo, houve encolhimento na comparação com julho. Nesse mês, foi registrada abertura de 5 mil novas vagas de trabalho. 

Conforme o balanço Novo Caged, no acumulado do ano, o saldo está em mais de 12 mil empregos, entre janeiro e agosto, mostrando recuperação das demissões no período da pandemia.  

No mês passado, os setores da construção e do comércio foram que mais contrataram. O primeiro assinou carteira de 1.177 trabalhadores e o segundo de 1.169. Juntos, eles responderam por mais da metade de novos empregos. 

Os setores de serviços e informação aparecem logo em seguida, também próximos um do outro, com 970 e 823 vagas, respectivamente. 

Houve encolhimento em cinco setores: educação (252 vagas a menos) administração pública (-37), alojamento e alimentação (-18), arte e cultura (-17), eletricidade e gás (-5) serviços domésticos (-1).

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorMedeiros pede abertura de inquérito contra namorado de Fátima Bernardes
Próximo artigoLula pede paralisação do julgamento do triplex até que Moro seja julgado por “suspeição”