Mauro Mendes cobra racionalidade em medidas contra o coronavírus

Para cada cenário um pacote específico de medidas, defende o governador de Mato Grosso

(Foto: Ednilson Aguiar/O Livre)

Em reunião com colegas de outros estados, o governador de Mato Grosso Mauro Mendes (DEM) defendeu uma postura de “racionalidade” e o uso de critérios técnicos para a tomada de decisões de combate ao coronavírus no Brasil. 

Ele disse ser preciso que os estados promovam medidas que sejam compatíveis com a realidade das populações locais, de modo a minimizar o contágio pelo vírus e não destruir a economia. 

“Acabamos de editar um decreto no qual estabelecemos, seguindo a portaria do Ministério da Saúde, um conceito de que, existindo contaminação local, você toma um pacote específico de providências e, existindo contaminação comunitária, são aplicadas providências de nível mais restrito”, afirmou. 

Mendes participou de um debate na tarde dessa quarta-feira (1º) com os governadores Eduardo Leite (RS) e Renato Casagrande (ES) no painel “Estamos contra a pandemia”, do site Uol.  

O governador de Mato Grosso estimou que deve ser gasto o montante de R$ 150 milhões nos próximos meses para o combate à covid-19 em Mato Grosso. 

Ele também citou as medidas que estão sendo tomadas para auxiliar as pessoas em situação de vulnerabilidade, que são as mais afetadas pela pandemia. 

“Estamos liberando R$ 8,5 milhões para os municípios ampliarem a rede de assistência social. Com isso, vamos conseguir comprar 100 mil cestas básicas em todos os municípios. Já compramos 50 mil para distribuir agora em abril”.  

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorPesquisadores da UFMT criam livro sobre o coronavírus para crianças
Próximo artigoRecuperação judicial suspensa

O LIVRE ADS