Matemáticos comemoram efetivação em concurso da Educação

Valcir Borges, de 29 anos, é um dos novos profissionais da Educação de Mato Grosso. Aprovado para o cargo de Professor da Educação Básica, o educador está lecionando matemática para alunos do Ensino Médio da Escola Estadual Francisco Ferreira Mendes, no Boa Esperança, em Cuiabá.

Ele, que é um dos 1.600 profissionais empossados na primeira etapa de posse do concurso da Secretaria de Estado de Educação, Esporte e Lazer (Seduc), contou como foi sua trajetória até ser efetivado na rede estadual.

“Estava morando em Mirassol D’Oeste, atuando como professor de Matemática e, ao mesmo tempo, fazendo mestrado no câmpus da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), uma vez por semana, em Cuiabá. Quando o concurso saiu, foi a minha oportunidade de tentar me efetivar na profissão”, lembra.

Valcir ressalta que poderia se inscrever para os cargos nas cidades próximas de Mirassol, mas resolveu ficar em Cuiabá, onde já fazia o mestrado e também possui familiares.

“A prova foi muito bem elaborada, quando passávamos as etapas, sentia que estava mais preparado. A parte mais interessante foi a última, a fase didática. Foram anos de estudo, me preparando para esse momento”, comemora.

O professor já tinha experiência na rede estadual, atuou na Educação de Jovens e Adultos (EJA) em Mirassol e na capital, ficou como contratado por poucos meses na Escola Plena Djalma Ferreira de Souza, na Morada do Ouro.

“Quando cheguei aqui, fui muito bem recebido pela direção e pela gestão. Gostei muito da acolhida dos alunos”, finaliza.

Pertencimento

Cláudio Oliveira também foi empossado na primeira etapa e assumiu outra vaga de professor de matemática na EE Ferreira Mendes, para o Ensino Fundamental.

Apesar de estar vivendo seus primeiros dias como efetivo, ele já é conhecido na escola. “Já era efetivo da Educação, como agente de pátio, na época eu era acadêmico de Matemática da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) e depois que formei, pedi minha exoneração para atuar na área”, lembra.

Depois disso, passou a atuar como contratado e agora, foi empossado como Professor da Educação Básica. “Já conhecia a comunidade escolar e consegui contar ponto aqui, então estou em casa”, frisa.

 

Com Assessoria

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorDesalinhados do WhatsApp
Próximo artigoRecord cria Satanás parecido com Darth Maul de Star Wars e Internet não perdoa

O LIVRE ADS