Luz no fim do túnel: Finais das Taças em Inglaterra terão adeptos no estádio

Após meses sem público nos estádios, o governo britânico anunciou que as finais da Taça da Inglaterra e da Taça da Liga Inglesa terão torcida. De acordo com a Federação Inglesa de Futebol (FA), ambos eventos fazem parte de um teste do governo britânico para garantir o regresso seguro dos torcedores às arenas. Esse plano gradual de retorno de público aos jogos de futebol no Reino Unido em meio à crise sanitária, terá como primeiro passo a partida entre o Leicester e o Southampton, válida pela Taça da Inglaterra, agendada para o dia 18 de abril, e terá a presença de 4000 espectadores. Planeja-se que a final da Taça da Liga Inglesa tenha o dobro de torcedores.

Então, no dia 25 de abril, provavelmente 8000 adeptos poderão estar presentes no estádio de Wembley para assistir à final da Taça da Liga Inglesa, entre o Manchester City e o Tottenham. O confronto, além de marcar uma grande rivalidade entre as equipes, é também um duelo particular entre os técnicos Pep Guardiola e José Mourinho, que são rivais desde a época em que treinavam Barcelona e Real Madrid, respectivamente. Esse duelo de times ingleses não deve somente aquecer as arquibancadas de Wembley, mas também as casas de apostas em todo o globo, e uma análise da bet365, aponta que a plataforma apresenta as melhores cotas do mercado, além de uma grande diversidade de apostas e também transmite as partidas ao vivo.

Caso o experimento da FA corra bem, a ideia é ampliar o público para 21 mil espectadores no próximo jogo da Taça da Inglaterra, que acontecerá no dia 15 de maio. Segundo Mark Bullingham, diretor executivo da FA, “Estamos encantados por podermos acolher estes três eventos-teste em Wembley e estamos confiantes que podemos oferecer um ambiente seguro. Este é um importante primeiro passo para termos os fãs de volta aos estádios, com o objetivo final de voltarmos a enchê-los, com sorte, no final do Euro”.

A partir deste mês, o governo britânico irá começar a testar também os “passaportes” em eventos esportivos e cinemas. Essa estratégia foi adotada para permitir a redução gradual das restrições que vinham sendo impostas à população do país nos últimos meses. Os “passaportes” são conferidos às pessoas que já foram vacinadas, e no país cerca de metade da população adulta já recebeu o imunizante.  Com isso, os cidadãos que portarem essa espécie de “atestado” – que muitos deputados ingleses foram contra – poderão ter acesso a estádios, cinemas, lojas, entre outros locais, sem que haja a necessidade de distanciamento social.

 

Público na Eurocopa

 

A UEFA revelou recentemente nove sedes da Eurocopa que finalmente terão torcedores nas arquibancadas. Em um comunicado oficial, o órgão garantiu a realização de jogos em 8 dos 12 palcos originais do campeonato, que deveria ter sido realizado em 2020, mas que foi adiado para junho e julho deste ano por conta da crise sanitária. Dessa forma, as sedes que terão torcedores por enquanto são:  Glasgow (Escócia), São Petersburgo (Rússia), Londres (Inglaterra), Roma (Itália), Amsterdã (Holanda), Baku (Azerbaijão), Bucareste (Romênia), Budapeste (Hungria) e  Copenhague (Dinamarca). Cada um desses países definiu qual será a capacidade de público nas arenas de acordo com a realidade sanitária da nação no momento. A UEFA também alertou às outras três sedes restantes sobre o prazo de decisão da participação no torneio, que vence no dia 19 de abril. Até essa data, o órgão continuará em contato com as federações da Irlanda, Alemanha e Espanha, para saber se realmente será possível realizar as partidas nesses locais. Mas ainda não se sabe se é exigência da UEFA que haja público nos estádios para que essas sedes se mantenham no torneio.

Em nota, a UEFA afirma que eles só decidiram permitir a presença de público nas arenas devido às bases de projeção de melhoria na situação sanitária de cada nação, que vêm apresentando uma redução no número de casos, e uma grande celeridade na campanha de vacinação. Além disso, eles aproveitaram para agradecer o esforço dos governos e federações na busca por soluções.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorMais da metade dos alimentos industrializados brasileiros recebe adição de açúcar
Próximo artigoHome Office: Energisa alerta para o risco de curto-circuito e incêndios