Livros e mais livros: conheça os paraísos dos bibliófilos (os fissurados em leitura)

Exemplares bons, bonitos, baratos e até mesmo de graça podem ser encontrados em Cuiabá

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

Se você fosse um bibliófilo (leitor mais que frequente), onde seria o seu paraíso? Para quem pensou Internet ou livrarias, se enganou. O local correto é o sebo ou uma biblioteca.

Murilo Ribeiro trabalha há 10 anos em um sebo na área central de Cuiabá. Conta que todos os dias, pessoas chegam em busca de títulos por um preço mais camarada, mas não só isso. Estar e explorar o local faz parte do “ritual”.

“Muitos clientes são fiéis e a maior parte procura coisas de interesse pessoal e para se distrair. Geralmente, chegam com um autor em mente, mas nunca deixam de tentar garimpar algo mais”.

Murilo Ribeiro sabe na ponta da língua o nome dos autores mais procurados pelos clientes (Foto: Ednilson Aguiar/ O Livre)

Conforme o vendedor, os novatos preferem os novos best seller, aqueles que estão em evidência.

Já os adolescentes e jovens, gostam das séries de ficção como Crepúsculo. Eles também mostram interesse pelos gibis, mas neste caso, os mangás e quadrinhos de ação são os preferidos.

Fidelizadores

Muitos autores conseguem manter os leitores quase que obsessivos. Um deles é Zibia Gasparetto. Ela escreve romances espíritas e as pessoas que gostam do gênero já chegam perguntando se há novos títulos disponíveis.

Além dela, estão sempre em evidência Sidney Sheldon e Àgatha Christie. Os soberanos entre os apreciadores de suspense.

Na lista do vendedor, também estão muitos brasileiros, que nunca deixaram de estar entre os mais vendidos, como Jorge Amado, Machado de Assis e Aluísio Azevedo.

O grupo tupiniquim tem tanto os leitores por gosto como os alunos de escolas públicas e particulares, que vão ao local indicado pelos professores.

Abençoado escambo

Outro tipo de negociação procurada num sebo, e que certamente é o carro chefe do estabelecimento, é a troca.

Na modalidade, os exemplares são avaliados e viram um crédito, que pode ser usado na compra de outros livros.

Álbum Gráfico de Mato Grosso é o livro mais caro do Sebo. (Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

“Normalmente, o cliente leva um livro dentro do mesmo gênero. Quem gosta de livros de comportamento humano, procura um com a mesma temática e assim, sucessivamente”.

Há 10 anos, a troca era frequente entre os leitores de Sabrinas, Biancas e Jéssicas. Aqueles romances melosos, que conquistavam o público feminino.

Atualmente, eles ainda estão lá, mas em um pequena prateleira.

No sebo, os livros têm preços variados. Os mais baratos custam R$ 15. O mais caro, R$ 2,3 mil. Trata-se de uma réplica do Álbum Gráfico de Mato Grosso. O original é R$ 10 mil.

Para quem não tem nem para troca

A Biblioteca Pública Estadual Estevão de Mendonça disponibiliza livros para empréstimo e conta com mais de 75 mil títulos. Os interessados devem fazer um cadastro e, a partir de então, podem ficar até 10 dias com um exemplar.

Caso o tempo não seja suficiente, pode pedir a renovação do prazo.

A gerente da biblioteca, Elienes Maria Moreira, diz que nos últimos anos tem sido realizado um trabalho para manter os leitores habituais e tentar estimular os novos.

Elienes Maria Moreira diz que desafio é formar novos leitores (Foto: Ednilson Aguiar/ O Livre)

“Eles chegam atrás de clássicos indicados na escola. Temos muitos exemplares e sempre atendemos. Depois, eles começam a ver os títulos e logo se interessam pelo atuais como Harry Potter, por exemplo”.

Estatísticas da unidade mostram que 5.421 pessoas passaram pela biblioteca entre janeiro e junho deste ano. Do total, estão leitores habituais, professores e muitos alunos.

Um jovem leitor

Junior César Rosas Leite, 23, é estudante de Engenharia da Computação e um leitor empreendedor. Ele não quer apenas ter acesso aos livros, também quer que outros tenham.

Por este motivo, junto com um grupo de amigos, formou um clube do livro e está participando de um game.

Para Junior, não basta ler, é preciso estimular os amigos e compartilhar títulos (Foto: Ednilson Aguiar/ O Livre)

A premiação final será uma vídeo conferência, ao vivo, com Paulo Coelho, o ídolo do jovem.

Desde que começou a competição, eles estão estudando um dos títulos do autor e respondendo a perguntas na plataforma do jogo.

Agora, encaminharam um vídeo com o aprendizado adquirido e os 30 melhores poderão participar da conferência.

“Eu nunca conheci um autor. Vai ser a primeira vez. E eu sou fã do Paulo Coelho. Na minha casa, eu tenho um mapa e coloco um alfinete em todos os países e cidades que ele cita nos livros”.

Os planos de Junior são de viajar por todos os locais, começando pelo Egito.

“É no deserto que o personagem se perde e se encontra no livro o Alquimista. Não vou dar detalhes porque odeio spoiler”, ele brinca.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

O LIVRE ADS