LGPD: seus dados são valiosos, saiba como protegê-los e quais são seus direitos

Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) foi criada para que o indivíduo tenha controle sobre seus dados pessoais. Punições começam a valer no domingo (1º)

(Foto Marcello Casal/Agência Brasil)

Dados de cadastros, biográficos, profissionais. Esses são apenas alguns exemplos de informações referentes a você que, diariamente, circulam por diversas redes. Infelizmente, há situações em que seus dados podem ser perdidos, indevidamente acessados ou até mesmo coletados e vendidos sem que você tenha ciência disso.

Para tentar evitar essas situações, proteger seus dados e assegurar que eles sejam tratados de forma adequada, há um conjunto de mecanismos de segurança que
pode ser usado. Por exemplo, o uso de senhas fortes impede o acesso indevido às contas.

Mas como prevenir? O LIVRE levantou uma série de cuidados que você pode tomar para tentar evitar o uso indevido.

1. Backups

Backups protegem seus dados em caso de mau funcionamento de equipamentos, da perda de dispositivos e da ação de códigos maliciosos. Por isso, faça backup regularmente, teste o funcionamento dele e mantenha pelo menos um backup off-line.

2. Arquivos

Evite colocar na nuvem arquivos contendo dados confidenciais ou que considere privados. Crie uma partição criptografada ou use recursos de criptografia para armazená-los. Seja cuidadoso ao abrir arquivos enviados por terceiros.

3. Contas e senhas

Crie senhas fortes e não repita senhas. Habilite a verificação em duas etapas em todas as suas contas. Habilite, quando disponíveis, notificações de login, para ser mais fácil perceber se outras pessoas estiverem usando suas contas. Tenha certeza de sair de suas contas (logout) ao usar equipamentos compartilhados. Habilite as configurações de privacidade e segurança nos serviços.

4. Aplicativos

Instale aplicativos somente de fontes e lojas oficiais. Antes de instalar, verifique as telas
e o nome do aplicativo, pois muitos falsos aplicativos se assemelham aos oficiais. Observe se o desenvolvedor é confiável, quantas pessoas instalaram o aplicativo e qual a opinião delas sobre ele. Durante a instalação, fique atento às permissões solicitadas. Um aplicativo de teste de velocidade, por exemplo, não precisa ter acesso aos seus contatos para funcionar.

5. E-mails e mensagens eletrônicas

Desconfie de links ou pedidos de pagamentos recebidos via mensagens eletrônicas, mesmo que vindos de pessoas conhecidas. Seja cuidadoso ao acessar seu webmail: digite a URL diretamente no navegador. Armazene e-mails confidenciais em formato criptografado.

6. Informe-se sobre seus direitos

No domingo (1º), as punições pelo uso indevido de dados pessoas começam a valer. As sanções são ancoradas na Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD). A lei foi criada para que o indivíduo tenha controle sobre seus dados pessoais e saiba como esses dados são tratados por organizações públicas, privadas e terceiros.

Segundo a LGPD, são considerados dados pessoais as informações relacionadas a pessoa natural identificada ou identificável.

A lei dá a você o direito de saber exatamente como seus dados são tratados, quais dados são coletados, o porquê e com quem eles são compartilhados.

LEIA TAMBÉM

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorColeta de lixo suspeita?
Próximo artigoButantan entrega mais 1,2 milhão de doses da CoronaVac