Idosos impulsionam ascensão de alguns segmentos da economia

Entre os produtos mais consumidos pela terceira idade estão saúde, conforto e alimentação

Dia 24 de janeiro comemora-se o Dia dos Aposentados. Diferente dos estereótipos de velhinhos em frente à televisão, os atuais aposentados são bem diferentes dos de gerações anteriores. A medicina e a adoção de hábitos saudáveis transformaram os “velhinhos de 60 anos” em pessoas ativas, que se mantêm trabalhando, praticando esportes e fazendo compras, inclusive pela internet.

Um estudo feito pela LCA Consultores em 2018 mostrou que os idosos representavam 14% da população adulta, um total de 15 milhões de consumidores. Hoje, estima-se que já sejam 30 milhões. Além disso, um estudo da Fundação Getúlio Vargas indica que as pessoas com mais de 65 anos correspondem a 17% dos 5% mais ricos do Brasil – e a apenas 4% dos 40% mais pobres. Conforme a pesquisa da LCA, 70% do orçamento dessas pessoas é gasto com saúde, conforto e alimentação.

Com o isolamento social, os idosos precisaram usufruir da internet e dos serviços de entrega. A empresa global de pesquisa de mercado Euromonitor International divulgou em 2021 as principais tendências de comportamento que devem passar a afetar o consumo da população, uma delas é a intimidade dos mais velhos com compras pela Internet. Marta Ferreira Rocha, de 61 anos, por exemplo, é aposentada, mas continua trabalhando e não deixou de consumir durante o isolamento.

“Como não parei de trabalhar, nunca deixei de me atualizar. Sofri um pouco com as mudanças por conta da pandemia, mas me adaptei rapidamente. Durante o isolamento fiz compras de mercado, cosméticos, roupas e outros itens pela internet”, conta. “Já usei também as compras pelo WhatsApp oferecidas pelo shopping. Funcionou bem e foi mais tranquilo”, completa.

O Goiabeiras Shopping conta com um sistema de suporte para compras on-line, que podem ser feitas pelo site ou pelas redes sociais do call. O serviço foi criado durante a pandemia como forma de colaborar com as vendas das lojas que tiveram que fechar momentaneamente as portas por conta das restrições. “Algo que já era tendência e que aceleramos para dar esse apoio em um momento tão crucial da economia. Deu certo porque, além disso, o consumidor viu uma oportunidade de escolher com conforto, comodidade e segurança”, argumenta a gerente de Marketing do shopping, Aline Ferraz.

A faixa de idosos aumenta principalmente nos países que possuem queda de nascimento e aumento na expectativa de vida. No início dos anos 1990, as pessoas com mais de 60 anos representavam 6% da população mundial; hoje, são 13%. A Organização das Nações Unidas (ONU) prevê que em 2030 esse número totalize mais de 1,4 bilhão com mais de 60 anos, ou seja, 16% da população. O Brasil passou de 7,1 milhões de idosos em 1990 para 30 milhões. Em 2030, serão 40 milhões, 18% da população.

Atendimento especializado

Antenado com esse consumidor, o Fort Atacadista em Mato Grosso sempre teve um cuidado especial com a terceira idade. Além de caixas de atendimento preferencial, existe uma preocupação com esse público. Por exemplo, produtos que não são exclusivos para a terceira idade, mas garantem facilidade no consumo e manuseio são disponibilizados pelo atacarejo, como frutas cortadas e saladas lavadas.

A consultoria World Data Lab estima que o poder de compra dos aposentados vai dobrar em dez anos. “Temos uma preocupação em atendê-los bem. Geralmente, eles frequentam as lojas semanalmente e conhecem alguns colaboradores pelo nome”, apontou a coordenadora regional de Marketing do Fort Atacadista, Rafaellen Duarte.

Elzeni da Silva, professora aposentada, com 72 anos, cliente do Fort, prefere fazer as compras in loco e, antes da pandemia, costumava ir semanalmente ao mercado. “Retomei o hábito, em parte, não vou com tanta frequência, mas prefiro ver e separar os produtos que vou comprar. Confiro os preços e a qualidade, mas olhar de perto é essencial”, comenta.

(Com informações da Assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorGoverno pedirá ao Confaz para congelar preço dos combustíveis por 90 dias
Próximo artigoRoberto Jefferson em prisão domiciliar