Homem confunde mãe e filha com casal homossexual, xinga as duas e diz que merecem morrer

"Sapatão, vagabunda! Vocês merecem ser linchadas e mortas", disse o suspeito

Ilustrativa/Pixabay

Uma mulher de 38 anos e sua filha foram vítimas de preconceito e de ataques injustificados sob todos os aspectos, nesse domingo (18), em Cuiabá. Confundidas como sendo um casal homossexual, elas foram ofendidas, xingadas e até ouviram que mereciam morrer.

O agressor, um homem de 39 anos, viu a mãe e a filha em um ponto de ônibus em frente ao Pantanal Shopping, localizado na Avenida Historiador Rubens de Mendonça, em Cuiabá, por volta das 20h30 e começou a insultá-las.

“Sapatão, vagabunda”, foram algumas das palavras direcionadas a elas, conforme o boletim de ocorrência registrado na delegacia. Em seguida, mediante preconceito, o homem disse que as duas mereciam ser linchadas e mortas.

Depois das agressões verbais, ele fugiu. A mãe chamou a polícia e descreveu as vestes do suspeito, que usava uma camiseta do Flamengo e uma calça jeans.

Os policiais fizeram rondas em busca do homem e o encontraram do outro lado da avenida. Ele foi levado até a vítima, que o reconheceu imediatamente e disse querer denunciá-lo.

A vítima e o acusado foram levados para a Central de Flagrantes de Cuiabá, onde o caso foi registrado como injúria mediante preconceito.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorExportações de carne mato-grossense para a China crescem 8,5%
Próximo artigoMarvel quer adaptar “Vingadores vs X-Men” para o cinema

O LIVRE ADS