Governo federal inclui Coronavac no plano nacional de vacinação

Segundo o governo, a vacinação pode ocorrer ainda no inicio de 2021 se o medicamento for aprovado pela Anvisa

(Foto: Jacqueline Lisboa/Especial Metrópoles)

Na manhã desta quarta-feira (16), o governo federal lançou um novo plano nacional de imunização contra a Covid-19. No plano o governo incluiu a vacina feita em parceria da empresa chinesa Sinovac com o Instituto Butantan.

A nova versão do plano afirma que o governo está negociando a compra da vacina Coronavac, mas ainda não há estimativa para o início da vacinação.

O plano ainda afirma que o governo está negociando cerca de 350 milhões de doses da vacina que seriam disponibilizadas já em 2021.

O plano apresenta quatro fases de vacinação de grupos prioritários, uma vez que as três primeiras devem imunizar 49,65 milhões de pessoas. O governo também volta a considerar a população carcerária como parte do grupo prioritário para vacinação.

Além da Coronav,  o plano de vacinação apresenta a estratégia de usar a vacina de Oxford/AstraZeneca, que será fabricada pela Fiocruz, além de aplicar a vacina da Pfizer em profissionais de saúde de capitais e regiões metropolitanas.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorGovernador Mauro Mendes veta reajuste a servidores do Judiciário
Próximo artigoLicitação urgente!