Governo define datas para retomada das visitas a presos em duas unidades de Cuiabá

Cada recluso receberá apenas um visitante e será exigido a apresentação da carteira de vacinação contra a covid-19

(Foto: Ednilson Aguiar/ O Livre)

A direção do Centro de Ressocialização de Cuiabá (CRC) definiu o retorno das visitas presenciais na unidade a partir do dia 6 de novembro. Também foi estabelecido que as mesmas vão ocorrer de forma quinzenal, sempre aos sábados e domingos.

Na Penitenciária Central do Estado (PCE), o retorno das visitas presenciais será a partir do dia 13 de novembro, com horário de entrada das 7h às 9h30 e saída as 11h30. A visitação será de um raio por vez e também aos sábados e domingos.

Nas demais unidades penais do Estado, as visitas retornam a partir desta sexta-feira (29).

Cada direção vai estabelecer a data, período e horário de visitação, que nunca poderá ser inferior a 1 hora. As visitas presenciais foram suspensas nas cadeias públicas e penitenciárias desde março de 2020, com os primeiros casos de covid-19 no país.

Conforme a portaria 070/2021, que estabelece as diretrizes para a retomada das visitas e atendimento presencial no Sistema Penitenciário, cada recluso receberá apenas um visitante, será exigido a apresentação da carteira de vacinação comprovando que tenha tomado as duas doses da vacina contra a covid-19 ou a vacina de dose única. Visitantes com sintomas característicos da covid-19 não vão poder ingressar na unidade.

Também será obrigatório o uso de máscaras de proteção, distanciamento social de 1,5 metro, aferição de temperatura, além da ausência dos sintomas e imunização completa.

As medidas previstas na portaria poderão ser reavaliadas a qualquer momento pela Secretaria de Estado de Segurança Pública, por meio da Secretaria Adjunta de Administração Penitenciária (SAAP).

(Da Assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorProdutor diversifica cultivo de abacaxi com a soja e resultado surpreende
Próximo artigoFeriado na estrada? Polícia Rodoviária Federal inicia Operação Finados