Governador quer incluir profissionais da segurança pública em grupo prioritário de vacinação

Caso o pedido não seja atendido, uma resolução da Comissão Intergestores Bipartite (CIB-MT) deverá incluir os profissionais nos grupos prioritários

(Foto: Ednilson Aguiar/ O Livre)

O governador Mauro Mendes está articulando junto ao Ministério da Saúde a inclusão de todos os profissionais da segurança pública no grupo prioritário de vacinação contra a covid-19.

Caso o pleito não seja atendido, uma resolução da Comissão Intergestores Bipartite (CIB-MT) deverá incluir profissionais das Polícias Militar, Civil e Penal nos grupos a serem imunizados contra o novo coronavírus.

“Porque acho justo e legítimo que todos os profissionais da segurança pública recebam a vacina. São eles que também estão na linha de frente todos os dias cuidando da população e dando combate às aglomerações e a imunização é necessária para que continuem prestando serviço à sociedade mato-grossense”, afirmou o governador.

Até o momento, Mato Grosso já recebeu 334.360 doses de imunizantes contra a covid-19. Parte das vacinas foi utilizada para imunizar os profissionais da saúde de unidades estaduais e o restante foi distribuído aos 141 municípios, conforme acordado pela CIB.

(Da Assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorMulta para cidadão que desrespeitar decreto pela segunda vez será de R$ 1500
Próximo artigoPandemia reduz avanços no combate à tuberculose, diz especialista