Frota é expulso do PSL por infidelidade partidária

Ele teria causado constrangimento e insatisfação dos seus pares

Ex-deputado do PSL disse em entrevista que estava decepcionado com o governo Bolsonaro.

O deputado federal Alexandre Frota foi expulso do Partido Social Liberal (PSL) por infidelidade partidária. Ele teria causado constrangimento e insatisfação dos seus pares após criticar o presidente e se abster no segundo turno da votação da reforma da previdência.

Leia também

Outro motivo, segundo O Globo, teriam sido os tweets pouco amistosos, como o que se refere ao diretório do partido em São Paulo como “milícia de ex-PMs”.

Valem lembrar que há dois dias o deputado está fora das redes sociais sob alegação de estar cansado e em busca de mais qualidade de vida.

Clique aqui e leia matéria na íntegra.