Fotógrafo de Sinop faz ensaio assustador inspirado no Halloween – veja fotos

Jovem fotógrafo conta histórias por meio de suas fotos

Nesta quarta-feira (31) é comemorado o dia das bruxas, tradução de “Halloween”, em inglês. Data que movimenta o comércio. Muitas festas com o tema são realizadas entre amigos e nas escolas e o principal é usar a criatividade na hora de se fantasiar.

Em Sinop, interior de Mato Grosso, o jovem fotógrafo Henrique Müller utilizou essa criatividade para elaborar um ensaio pra lá de inusitado, o “Trick or Treat (doçuras ou travessuras). “Esse projeto não tem uma filosofia, foi só por diversão mesmo, fiz pra praticar o artístico e deu super certo”.

Para o fotógrafo,  as pessoas que veem as imagens conseguem perceber a história que é contada por meio delas. “Boa parte das fotos que eu fiz você pode sentar pra analisar e criar historinhas com elas. Tem muita gente que me pergunta porque não coloco legenda nas fotos. Pra quê? É tão legal quando eu coloco uma foto e as pessoas que veem imaginam uma história”, disse.

Para conseguir o resultado desejado, o profissional pesquisou sobre os personagens e então conseguiu alcançar seu objetivo. “Quando eu falei que ia fazer o projeto, as 3 primeiras criaturas que eu quis foram as gêmeas, a caveira e o palhaço. O palhaço em si eu não quis fazer ele de terror, mas sim insano, tanto que tem fotos que ele está sorrindo”, comentou.

Para quem quer ver outros trabalhos do é só acessar o perfil @riquemuller no Instagram.

História
Foram os pais que o presentearam com sua primeira câmera, na época uma novidade que o rapaz com 15 anos de idade teve em Alta Floresta (MT). Lá ele começou a fotografar tudo e todos, mesmo sem experiência no assunto e postava suas imagens no Orkut.

Logo ele tomou gosto pela fotografia, mas percebeu que não poderia expressar totalmente sua arte naquela cidade. Então, em 2012, com 18 anos, resolveu se mudar para Sinop. Se matriculou na faculdade de Letras, mas trancou o curso, pois precisava trabalhar. Morou um tempo em Cuiabá, depois retornou para Sinop, onde decidiu trabalhar apenas com fotografia.

Comprou sua primeira câmera profissional aos 22 anos, depois que conseguiu juntar um dinheiro. Por motivos de problemas de saúde precisou voltar para a casa dos pais em Alta Floresta. Durante esse tempo, participou de uma promoção do Facebook, na qual o prêmio era um curso de fotografia. Mesmo sem se aprofundar no assunto, ele foi o vencedor. “Eu fiz o curso online, fiz uns 3 módulos”.

Em 2016, saiu em um tour onde passou por Cuiabá, Sorriso, Chapada dos Guimarães e Rondonópolis fotografando conhecidos ou pessoas que tinham apresso pelo seu trabalho. Nesse tempo adquiriu uma lente nova para sua câmera e foi para o mercado de trabalho.

Projetos
Pensando em contribuir com a sociedade, ou ao menos amenizar o preconceito existente nela, o fotógrafo idealizou um projeto intitulado Palavras. O trabalho trouxe à tona o sofrimento causado pelo bullying, os efeitos psicológicos em quem o sofre e o quanto isso fragiliza o alvo da maldade, mas que tudo isso pode também ser superado.

Esse foi apenas um dos projetos idealizados por Henrique. Além de trabalhos mais conceituais, Müller também trabalha com book de gestantes, aniversariantes, entre outros. Atualmente ele faz até 6 ensaios por mês. “Para não ficar muito sobrecarregado, eu primeiro faço as prioridades, porém sempre que tenho um tempinho sobrando, eu edito todas as  outras fotos “, disse.

Toda a produção é pensada de forma minuciosa para que cada detalhe seja perfeitamente encaixado no conceito das fotos, e para isso ele conta com parcerias de amigos e amigas, que o ajudam nas produções, maquiagens e tudo mais. “Eu procuro sempre fazer o meu melhor, e eu gosto de ouvir a opinião das outras pessoas, se elas falam alguma coisa, eu já paro, penso e tento dar o meu melhor”, concluiu.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

2 COMENTÁRIOS

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorMoro diz que refletirá sobre convite para compor equipe de Bolsonaro
Próximo artigoVarejo de material de construção deve fechar o ano com alta de 9% em MT

O LIVRE ADS