Flamenguista não suporta emoção e morre de parada cardíaca durante final da Libertadores

Valdecir Rosa tinha 37 anos e há 5 usava um marcapasso para controlar a frequência cardíaca

(Foto: Arquivo Pessoal)

Uma família de flamenguistas de Cuiabá não tem motivos para comemorar a vitória do time na Copa Libertadores da América neste sábado (23). A conquista do clube veio junto com uma morte.

Torcedor do Flamengo e há 5 anos usando um marcapasso para controlar a frequência cardíaca, o motorista de ônibus Valdecir Rosa, de 37 anos, morreu durante a comemoração de um dos gols do time carioca.

Segundo publicações de amigos em sua conta no Facebook, a razão da parada cardíaca teria sido a forte emoção durante a partida, que o Flamengo acabou vencendo de virada sobre o River Plate – clube argentino – por 2 a 1.

Valdecir era casado e deixa, além da esposa, uma filha de 2 anos.

(Foto: Reprodução)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

O LIVRE ADS