Fim da farra

TJMT derruba pensão vitalícia a ex-primeira dama de Campinápolis

Por unanimidade, o Órgão Especial do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT) julgou inconstitucional o artigo de uma lei vigente em Campinápolis (a 565 km de Cuiabá). Ele  autorizava o poder público a pagar uma pensão de mais de R$ 5 mil mensais a ex-primeira dama, Joana Darc Quirino de Carvalho.

Ela é viúva do ex-prefeito Leonildo José de Carvalho, morto em um acidente de carro em 1990. A decisão do Tribunal de Justiça foi dada no dia 16 e atendeu pedido da Procuradoria Geral de Justiça, autora da Ação Direta de Inconstitucionalidade (Adin).

Em junho, o Órgão Especial do TJMT já havia concedido liminar suspendendo o benefício. Agora, em julgamento de mérito, a desembargadora Maria Helena Póvoas classificou o pagamento da pensão como afronta aos princípios da administração pública.

O voto foi acompanhado por outros 12 desembargadores.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorArcanjo vistoria seu shopping
Próximo artigoPecuária leiteira: nascem primeiras bezerras “in vitro” de Mato Grosso