Enteada denuncia abusos de padastro e ele se mata em seguida

Caso aconteceu entre sexta e sábado, em Campo Verde

Ilustrativa

Um homem de 28 anos, identificado como J.A.P.J., que estaria cometendo abusos contra a enteada dele, tirou a própria vida após ter sido denunciado na última sexta-feira (17), em Campo Verde (135 Km de Cuiabá).

Segundo informações da Polícia Judiciária Civil, o boletim contra o suspeito foi registrado no dia 17 e ele foi encontrado morto no dia seguinte, sábado (18).

Por volta das 9h, a mãe da vítima de abuso, teria recebido uma mensagem do companheiro – suspeito de cometer os abusos – no Facebook, mas não chegou a revelar o teor do texto. No mesmo dia, por volta das 16h30 a companheira de J.A.P.J., foi até a casa dele e se deparou com o homem enforcado com um fio de energia elétrica.

Segundo a companheira, o homem tinha histórico de outras tentativas de suicídio e fazia tratamento para depressão.

O Samu chegou a ser chamado para atender J.A.P.J., mas ele já não tinha mais sinais vitais.

O LIVRE teve acesso ao primeiro boletim de ocorrência registrado sobre o possível abuso praticado por J.A.P.J., contra a filha da companheira, de apenas 10 anos de idade. Segundo a garota, há um tempo o padastro já vinha cometendo abusos contra a menina.

Contou que o padastro pegava em suas partes íntimas e obrigava a criança a praticar sexo oral nele. A garota também contou para a mãe que ele ficava massageando o seu corpo e que os fatos ocorriam quando a mãe ia trabalhar.

O último fato teria ocorrido na quinta-feira (16), a polícia até tentou localizar  J.A.P.J., na sexta quando o boletim foi registrado, mas ele não foi encontrado.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorPropaganda da AL traz de volta impasse sobre redução de carga horária
Próximo artigoPalco com autoridades desaba em cerimônia de aniversário; veja vídeo