Em Poconé nem turista entra

Em combate ao coronavírus, o prefeito também proibiu entrada de ônibus e suspendeu aulas

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

O prefeito de Poconé (110 km de Cuiabá), Atail Marques do Amaral, mais conhecido como Tatá Amaral (PR), também lançou um decreto nessa sexta-feira (20) com diversas proibições e suspensões na cidade em combate à pandemia de coronavírus.

Entre as regras decretadas está a proibição de turistas no município a partir deste sábado (21) até o dia 21 de abril, podendo o período ser estendido. A entrada e circulação de ônibus de turismo ou similares também está proibida durante o período.

As licenças para eventos estão canceladas. Casas noturnas, igrejas e academias não podem abrir por tempo indeterminado. Bares e distribuidores só podem vender em balcão, sem manter permanência de pessoas. Escolas da rede privada precisarão suspender as aulas, à princípio, até o dia 5 de abril.

Estabelecimentos que precisam ficar abertos, como bancos, mercados e lotéricas, devem manter os ambientes com ventilação adequada, higienizar toda a estrutura e disponibilizar álcool em gel 70%. Elevações de preços estão proibidas e serão fiscalizadas pelo Procon.

Essas e várias outras regras entraram em vigor nessa sexta, assim que o decreto foi publicado. O Comitê de Enfrentamento ao Novo Coronavírus ainda pode determinar outras medidas preventivas se entender necessário.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorFamília se isola em fazenda e funcionário abusa de menino de nove anos
Próximo artigoFuncionários dos Correios em alerta: correspondências e encomendas podem estar contaminadas

O LIVRE ADS