Eduardo Leite fica no PSDB mas deixa o governo do RS

O governador gaúcho não deu detalhes sobre os motivos que estão o levando a renunciar o cargo

(Foto: Assessoria)

O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB) confirmou que renunciará ao cargo de governador do Rio Grande do Sul. O comunicado foi feito nesta segunda-feira (28), durante uma coletiva de imprensa.

Eduardo Leite afirmou ainda que, apesar da renúncia, permanecerá no PSDB. ELe havia considerado trocar a legenda pelo PSD. O motivo seria a possibilidade de disputar a Presidência da República nas eleições deste ano.

No PSDB, o pré-candidato ao Planalto escolhido nas prévias do partido foi o governador de São Paulo, João Dória.

“Depois de conversar muito, comuniquei que vou renunciar ao cargo de governador do Estado do Rio Grande do Sul”, afirmou o governador gaúcho.

Sem detalhes sobre a renúncia

Apesar de ter comunicado sua renuncia, o governador não explicou os motivos que o estão levando a deixar o cargo. A explicação mais provável é que Leite queira se manter livre para disputar um cargo – ainda que indefinido – nas eleições deste ano.

No PSDB, há alas que defendem que, apesar das prévias terem indicado Dória, não estaria totalmente descartada a hipótese de uma candidatura de Leite.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorConservadores de MT repudiam monitoramento de redes sociais do padre Paulo Ricardo
Próximo artigoVeto a secretários