Cuiabá ganha novo sistema de automação nas redes de abastecimento de água

Tecnologia alimentada por energia solar visa aperfeiçoar o controle de pressão e níveis dos reservatórios

Pensar em uma cidade automatizada, com estruturas utilizando energia renovável em pontos estratégicos, pode até parecer uma realidade futurista. Mas, nos munícipios com visão de desenvolvimento sustentável, o uso de tecnologia na gestão dos serviços essenciais é uma preocupação e, em Cuiabá, uma realidade do presente. Focada em entregar excelência à comunidade, a Águas Cuiabá, empresa da Iguá Saneamento, implanta novo sistema de automação que, composto por equipamentos eletrônicos alimentados por energia solar, possibilita maior controle de todos os procedimentos realizados ao longo das redes de distribuição de água tratada.

O projeto contempla, atualmente, 35 localidades em todas as regiões da cidade e está sendo estendido a outros 62 locais, nos próximos meses. De acordo com Marcus Maia, engenheiro eletricista responsável pelo trabalho, “o relevo cuiabano, acidentado, faz com que seus pontos altos e baixos tenham diferentes níveis de pressão mínima para o abastecimento. Os dispositivos eletrônicos que compõem as unidades de automação possibilitam que, em pontos estratégicos, sejam feitos os cálculos de pressão ideal para o momento. Desta forma, é possível fazer, rapidamente, ajustes no sistema de distribuição, garantindo que o fornecimento de água tratada seja realizado equilibradamente, preservando as tubulações, o abastecimento contínuo à população e reduzindo assim as perdas”.

O engenheiro destaca, ainda, que o fato de, em determinados locais a operação ter uma estrutura sustentável tem despertado a curiosidade da população, justamente por serem equipamentos que fogem do imaginário popular. “A instalação das caixas de automação tem modificado o cenário de saneamento de Cuiabá e a forma de se pensar as redes de abastecimento. Por serem tecnologias operadas pelo uso de energia solar, muita gente se impressiona com uma estrutura da concessionária que não está embaixo da terra”, observa.

As unidades de automação são instaladas em postes distribuídos em várias regiões da cidade (foto). Sua operação, além garantir que a água chegue nas torneiras adequadamente, é também importante na prevenção de rompimentos eventualmente provocados por excesso de pressurização. Até o momento, foram investidos aproximadamente R$ 3 milhões.

Inteligência em soluções – Desde as primeiras ações, em 2017, a Águas Cuiabá vem executando melhorias nos sistemas. Parte das ações é formada por obras robustas, a exemplo da construção da nova Estação de Tratamento de Água Sul e a reestruturação da ETA Lipa. Mas há, também, iniciativas de menor porte – e grande relevância – desenvolvidas para que a eficiência operacional seja constante na prestação dos serviços de saneamento básico do município.

“Cuiabá, de fato, está na dianteira do saneamento nacional. Isso é consequência de a cidade tratar este serviço essencial de forma prioritária. Nós, da concessionária, temos o compromisso de garantir qualidade em abastecimento de água e esgotamento sanitário pensando não somente nas famílias de hoje, mas nas futuras gerações e no desenvolvimento sustentável da capital mato-grossense”, pontua William Figueiredo, diretor geral da Águas Cuiabá.

Sobre a Águas Cuiabá – Por meio de concessão plena com validade de 30 anos, a Águas Cuiabá assumiu os serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário na capital matogrossense em 2012. A empresa atende a 613 mil pessoas e tem como objetivo universalizar o acesso da população à água de qualidade e à coleta e tratamento de esgoto. Desde 2017, faz parte da Iguá Saneamento, companhia que está presente em 37 municípios brasileiros e que alcança 6 milhões de pessoas com o compromisso de ser a melhor empresa de saneamento para o Brasil.

Sobre Iguá – A Iguá é uma companhia de saneamento, controlada pela IG4 Capital, que atua no gerenciamento e na operação de sistemas de abastecimento de água e esgotamento sanitário por intermédio de concessões e de parcerias público-privadas. A Iguá se diferencia por sua visão estratégica de inovação, caminho que acredita ser fundamental para a solução de velhos problemas e para a evolução do saneamento. A companhia foi pioneira na aproximação do setor com o ecossistema de startups, por meio do projeto Iguá Lab. Em 2020, o programa foi ampliado para o Grand Challenge de Saneamento. Trata-se de uma plataforma de inovação aberta na qual empresas do setor dialogam diretamente com startups interessadas em contribuir com soluções para os desafios do saneamento ao longo de um ano. O alcance dos serviços prestados pela companhia a coloca entre os principais operadores privados do setor de saneamento do país.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorApoio a Bolsonaro
Próximo artigoMorre o pastor Henrique Alves, pai da ministra Damares